1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>
Sábado 02 Ago

Revista Mar

PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Domingo, 20 Novembro 2011 00:00


     2151_01A publicação em apreço é o orgão oficial da Liga Marítima do Chile, entidade fundada em 1914, com grande projecção nacional, dirigida pelo C/Alm Eri Solis Oyarzun e tendo como Director Executivo, o Sr. Capitan de Navio  Enrique Trucco Delepine. A Liga Marítima do Chile é membro da FIDALMAR-Federação Internacional de Ligas e Associações Marítimas e Navais, tendo as personalidades atrás mencionadas, integrado a delegação chilena que participou na XXVI Assembleia Anual de FIDALMAR, organizada pela Confraria Marítima de Portugal, em finais de Setembro de 2011, em Cascais,

A Revista Mar tem periodicidade anual e tem uma apresentação gráfica excelente. O número que tivemos oportunidade de ler, e que aqui comentamos, é o referente ao ano de  2010, constituido por 112 páginas, com um formato ligeiramente menor que o da Revista de Marinha. Abre com um editorial, da responsabilidade do seu director, Cte. Trucco Delepine, a que se seguem vinte e cinco artigos ( ! ) e um conjunto de notícias relativas às actividades anuais da Liga, numerosas e bem diversificadas, atestando uma significativa implantação na sociedade civil chilena, que constatamos,  muito valoriza o Mar e as actividades marítimas.

Os artigos incluem as actividades da Marinha Mercante, a participação da Armada do Chile no resgate dos mineiros da Mina São José, o envolvimento do Chile na Antártida, a descoberta da Ilha da Páscoa, a Confraria Chilena dos Capitães do Cabo Horn e a “Irmandade da Costa-Nau Valparaiso”, a Regata Bicentenário “Velas SudAmérica-2010” onde, recorda-se, participou o NE SAGRES e alguns temas históricos.

Compañia  Sud Americana de Vapores-CSAV é o 7º armador mundial, operando 149 navios com uma capacidade de transporte de cerca de 560.000 TEU’s; a CCNI-Compañia Chilena de Navigacion Interoceânica dispõe de 24 navios que totalizam uma capacidade de 57.000 TEU’s e está classificada como o 26º maior armador mundial. Isto significa que o Chile tem uma marinha mercante muito importante e competitiva, sendo a segurança maritima, nas suas várias vertentes, um tema a que esta revista dá  particular atenção.

Ballenas, Economia y Politica en el Siglo XIX  é um interessante artigo que relata a expansão acelerada da indústria baleeira dos Estados-Unidos, que se iniciou ainda no período colonial, em 1768, e culminou nos meados do seculo XIX, quando aquele país armava 736 navios baleeiros,  de um total mundial de cerca de 900. Neste artigo, curiosamente, há várias referências a Portugal, designadamente, a afirmação de que os arpoadores açorianos eram então considerados os melhores do mundo. A consequência da caça não sustentada à baleia foi o desaparecimento quase total deste mamifero e o fim da indústria baleeira; contudo, tinha então o seu início, também nos Estados-Unidos,  a indústria petrolífera, que curiosamente, ainda hoje utiliza como unidade de medida o antigo barril de óleo de baleia medindo 159 litros.

Uma revista desconhecida entre nós, a que tivemos acesso por acaso, no âmbito do Congresso FIDALMAR, revelou-se assim uma surpresa deveras interessante.

 Aqui deixamos os contactos da Liga Maritima do Chile, site http://www.ligamar.cl/ , e-mail Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar , endereço postal Av. Errazuriz nº 471, CP 1345  Valparaiso, Chile, para quem queira eventualmente, saber mais.


 

Navios de Cruzeiro

Princess-Danae MSC Lirica MSC Melody Princess-Daphne MSC Opera Athena MSC Armoria MSC Fantasia MSC Sinfonia