1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>
Terça 27 Jun

Arrastão da Nazaré encontra bomba nas redes

PDF Versão para impressão Enviar por E-mail


3844Os arrastões quando recolhem as suas redes no final de cada lanço de pesca são, por vezes, surpreendidos com algo mais do que o simples pescado. Foi o que aconteceu no passado dia 24 de Fevereiro a um arrastão em faina ao largo da costa Ocidental de Portugal Continental, que trouxe na rede de arrasto um objecto que, pela forma, facilmente foi reconhecido como sendo uma munição.

            Após contactar a Autoridade Marítima, o mestre trouxe a munição até junto de terra, no porto de pesca da Nazaré. Este engenho explosivo foi analisado por uma equipa de mergulhadores da Armada que posteriormente o destruiu. Da inspecção efectuada, foi possível concluir que a munição, com mais de 1,5 m de comprimento, era uma bomba de aeronave do tipo Mk 82, ou seja, posterior à II Grande Guerra Mundial.

            O achamento de munições, pertencentes ao último conflito mundial é relativamente frequente em terra e em países que sofreram com bombardeamentos aéreos. No mar, estes episódios são menos frequentes, ou são menos comunicados, mas não seria nada de estranho na nossa costa, pois foram diversos os combates entre aeronaves alemãs e navios aliados, ou aeronaves aliadas e submarinos do Eixo.

            Tratando-se de uma munição pós-guerra, esta poderá ter sido lançada por alguma aeronave em dificuldades ou com avaria, num procedimento habitual de largar o armamento antes de tentar aterrar. Nunca o saberemos agora, mas não será, de momento, a questão importante. Interessa, sim, que a inativação foi um sucesso, e que não ocorreram danos materiais, nem há vítimas a lamentar nas diversas páginas deste episódio.

Por  A.A.S.

 


 

Navios de Cruzeiro

Princess-Danae Athena MSC Opera MSC Fantasia MSC Armoria Princess-Daphne MSC Melody MSC Sinfonia MSC Lirica