1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>
Sábado 29 Abr

Historia Maritima

Os Primeiros Navios dos Descobrimentos e Viagens dos Portugueses – Barchas e Varineis

BARCHAS_E_VARINIS_1"E acabado assim o recontamento das sua viagem" - escreve Zurara na sua Crónica da Guiné, a propósito da dobragem do Cabo Bojador por Gil Eanes - "fez o Infante armar um "varinel" no qual mandou Afonso Gonçalves, seu copeiro, e assim Gil Eanes com a sua "barcha", mandando que tornassem lá outra vez."
Em 1436 o "varinel" ou "barinel" de Afonso Gonçalves Baldaia realizou uma nova expedição na costa africana, atingindo a Pedra da Galé, mas antes disso, o navegador português deteve-se na embocadura do ainda hoje denominado Rio do Ouro - braço de mar cuja extensa penetração justifica a ilusão de ser a foz de um grande rio ou mesmo de uma continuação de mar cheios de baixios e de navegação difícil. "Dali Baldaia enviara dois mancebos a verificar se a terra era habitada. Heitor Homem e Diogo Lopes de Almeida, a cavalo, seguiram à longa daquele rio por espaço de sete léguas", escreve ainda Gomes Eanes de Zurara na sua "Crónica da Guiné". (...)

A canoa Polinésia

CANOA_MAORI_3Quando os portugueses chegaram às Ilhas dos Oceanos Indico e Pacífico, nomeadamente às Celebes, viram uma grande número de canoas de casco fino duplo ou monocascos com um ou dois flutuadores laterais para manter o equilíbrio ou formando catamarans de diversos tipos. Os cascos eram frequentemente escavados numa só árvore e as pequenas canoas moviam-se quase sempre à vela enquanto que as grandes ostentavam um importante aparelho vélico. (...)

A Jangada Brasileira

JANGADA-BRASILEIRA-1Aquilo reflectia os raios solares, enquanto me aproximava célere num "buggy" pela areia molhada daquela infindável praia da costa cearense, no Nordeste brasileiro. Já perto, percebi que o estranho objecto mais não era que uma prosaica carroçaria de automóvel de sucata instalada numa jangada do alto tão típica daquelas paragens. O resto da máquina moderna ia para o largo a fim servir de abrigo à fauna piscícola. (...)

O Segredo das Trieras Gregas

Antes dTRIERAS-GREGAS-1e se fazer à pista do Aeroporto de Atenas, o avião descreve uma longa curva, projectando a sua sombra nas águas históricas da baía de Eleusis, junto à Ilha de Salamina e aterra depois de sobrevoar a baixa altitude o não menos histórico porto de Falera. Mas, não foram as trieras atenienses em luta contras as naves persas que contemplei do alto; foi antes a crise do "shipping" com dezenas de petroleiros, graneleiros e navios de carga geral(...)

Félix Von Luckner, o Último Corsário Romântico dos Tempos Modernos

FELIX-1A pirataria nos mares é praticada desde a antiguidade. Os Piratas, versão marítima dos saqueadores que atacam caravanas comerciais desde que os povos negoceiam entre si, existem desde que existe o comércio marítimo. Os mais antigos registos vêm dos gregos. Em 730 a.C., eles já pilhavam navios fenícios e assírios, segundo relato de Homero, na Odisseia, embora tenha sido  (...)

A Fragata D. Fernando II e Glória em Cacilhas

D.FERNANDO-2

Desde 26 de Novembro de 2007 que a Fragata D. Fernando II e Glória se encontra em doca seca, na doca nº2 da "Parry & Son" em Cacilhas. Após mais de doze anos a flutuar e a sofrer as agruras da impiedosa força do Sol, do vento e da chuva no seu casco de madeira e demais estruturas, houve naturalmente que a conduzir a local onde pudesse ser convenientemente reparada. (...)

A Difícil História da Construção do Moderno Porto de Lisboa

PORTO-LX-1No dia 31 de Outubro de 1887, o rei D. Luís I, acompanhado pelo chefe do governo de Fusão dos Partidos Regenerador e Progressista, José Luciano de Castro Pereira, puxou festivamente o cordão de uma alavanca que fez cair no rio Tejo a primeira pedra do enrocamento da muralha do Porto de Lisboa. Nessa época e ainda durante os muitos anos de construção do porto, Lisboa não teve um porto de atracagem de navios propriamente dito. (...)

Navios de Cruzeiro

MSC Fantasia Athena Princess-Daphne MSC Opera MSC Sinfonia MSC Melody MSC Lirica Princess-Danae MSC Armoria